0028

Você é cenosilicafóbico? Ceno… quê?!

Posted on Posted in Notícias Cervejeiras

A cena é clássica: você mal acabou de tomar o seu primeiro chope (que inclusive ainda contém dois dedos da bebida milimetricamente deixados de propósito, para um eventual último gole oportuno), quando de repente surge o garçom – ou um amigo – e retira o copo da sua frente. Antes de você conseguir esboçar qualquer reação, vendo o seu último gole parar em algum outro lugar que não na sua própria boca, o sujeito já logo lhe pergunta: “mais um?”. Nesta hora, meu prezado leitor e minha prezada leitora, você está diante de um cenosilicafóbico. E devo prontamente advertir, é algo grave.

Os cenosilicafóbicos são um grupo humano muito comum dentro das sociedades modernas ocidentais. Eles se caracterizam principalmente, mas não exclusivamente, do “medo paralisante e irracional de ver copos de cerveja vazios”. Sobre esta definição, acrescenta-se o fato de que “esse tipo de medo pode se manifestar em várias situações e eventos sociais, causando sintomas desconfortáveis para quem sofre do problema”, segundo o portal Site de Curiosidades.

O termo cenosilicafobia vem da união das palavras gregas kenós (vazio) + fóbos (medo) e consta na lista de uma das infinitas psiconeuroses humanas. Para tratamento, indica-se um belo de um tratamento psicoterápico.

Se você, assim como eu, conhece alguém nesta condição, indique-o para conversar com um profissional da saúde. Um bom cervejeiro sabe respeitar o seu tempo e o seu corpo e, acima de tudo, quer ajudar os amigos e conhecidos do bar a vencer este mal.

Com informações de: Site de Curiosidades & Wikipédia
Republicado de Líquido Certo.

The following two tabs change content below.
É publicitário, gestor estratégico e fundador da H2Horse, marido, dono de 3 gatos e editor do O Que Não Mata, Engorda. Apaixonado por música, cinema, literatura, automobilismo e ótimos papos com os amigos, sempre regados com uma boa cerveja, claro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *